Postado em | Escrito por: admin
0 Comentário

As consequências do estresse no ambiente de trabalho

O estresse é o principal causador de faltas no trabalho principalmente em funções que envolvem contato direto com pessoas. É o caso dos professores que no ambiente de sala de aula enfrentam situações desfavoráveis que vão desde a precariedade dos recursos pedagógicos até os baixos salários que recebem. Uma pesquisa demonstra que 70% dos professores já foram afastados por problemas relacionados ao estresse. Ansiedade, dores de cabeça e insônia são alguns dos sintomas mais relatados entre esses profissionais.

Síndrome de Burnout. As condições descritas acima são o pano de fundo para a manifestação de um problema muito comum em profissões que lidam diretamente com o estresse: trata-se da Síndrome de Burnout que recentemente entrou na 11ª. Edição da CID que é Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial de Saúde. Burnout em tradução literal para o português significa “queimar por fora”, como sinônimo de esgotamento nervoso. O estado de exaustão intensa nos níveis físico e mental faz com que um indivíduo se sinta sobrecarregado a ponto de tornar-se incapaz de responder às demandas constantes de sua função no trabalho.

A Psicologia contribui com várias possibilidades de lidar com o estresse de modo que ele não se desenvolva para problemas psíquicos como depressão ou síndrome de Burnout, além de doenças físicas. Uma delas está ligada à abordagem Cognitivo Comportamental e mais especificamente às intervenções baseadas em Mindfulness que é um tipo de meditação. Ultimamente a ciência tem se ocupado ao estudo dessas práticas e elas deixaram de ser um campo exclusivo das religiões. Em poucas palavras Mindfulness ensina a viver o momento presente, sem julgar e nem criticar.

Sabe-se que o pensamento é um componente importante em tudo que acontece conosco. Uma pessoa acometida de estresse aumenta o seu sofrimento psicológico, pois o pensamento se desloca para o passado ou para futuro sempre numa perspectiva catastrófica gerando, assim, ansiedade e depressão. Estudos feitos com pessoas de variadas profissões e classes sociais comprovaram que a prática diária de meditação pode alterar esses padrões mentais trazendo alívio e conforto. Mindfulness não faz milagres, mas ensina de maneira simples que o melhor futuro se constrói aqui no presente.

  

 Romildo R.Almeida

Psicólogo clínico

Entre em contato!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.